Vinícola Miolo – A Vinícola que transformou o sertão em vinhedo!

Mais de 1 século de tradição em viticultura!

A maior exportadora de vinhos do Brasil!

Sertão é uma sub-região do nordeste localizado entre o Agreste e o Meio Norte. É a maior das mesorregiões do nordeste, englobando a maioria das Unidades Federativas nordestinas. Seu clima predominante é o semiárido, caracterizado pelos longos períodos de seca.

Vinícola Miolo, Bento Gonçalves – Rio Grande do Sul – Brasil. , tem tradição é sofisticada e com um panorama estonteante!
Uma das maiores e mais famosas vinícolas do Brasil que iniciou em 1897, quando o patriarca, o italiano Giuseppe Miolo, chegou ao Rio Grande do Sul e comprou o seu primeiro lote de terra para iniciar o plantio das uvas: o Lote 43.
Hoje, essas terras ficaram dentro da demarcação com denominação de origem da primeira região vitivinícola do Brasil, onde o vinho ícone da família é produzido com o nome do Lote 43, o vinho da nossa capa.
Você vai se surpreender com o complexo enoturístico dessa vinícola, repleta de verde, lagos e diversos tipos de ambientes para receber seus visitantes, com uma unidade de processamento moderna e também, uma moderna estrutura para receber os visitantes, oferecendo diariamente, visitações às caves, aos vinhedos e cursos de degustação guiados por enólogos.

Eu penso, que grande do mundo, não tem ideia da produção de vinhos no Brasil e do potencial das vinícolas brasileiras, porque quando se fala em Brasil, todos pensam logo no samba, no carnaval, no futebol e nas praias paradisíacas sem ter ao menos, ideia do quê o Brasil tem à parte de tudo isso, para oferecer.
Mais para frente, vou escrever um artigo sobre a história da imigração italiana no Brasil e a influência dessa cultura na vida dos brasileiros porque a colonização portuguesa e a imigração italiana, foram muito importantes na formação da cultura do nosso povo, bem como a influência dos africanos que muito contribuíram para a formação dessa mistura de cultura e costumes, diversificando as cores, os sabores e os aromas que compõem a gastronomia do Brasil.
Se posso dizer com sinceridade, se você for “turistar!” ( visitar , fazer um tour) no Brasil, você não terá problema com alimentação porque a cozinha brasileira é simplesmente maravilhosa e completamente diversificada de acordo com cada região.
A influência forte da cultura italiana no Sul do Brasil pelos imigrantes italianos, é a propulsora da paixão dos brasileiros pelos vinhos.
A cultura portuguesa é mais forte na Região Sudeste. A africana, é muito forte na região Nordeste, especialmente no estado da Bahia, onde a Vinícola Miolo em 2001, carregou consigo, a mesma esperança e sonho do imigrante Giuseppe Miolo, num projeto ousado, que transformou o sertão em vinhedo!

A paixão pelo mundo fascinante do vinho é facilmente explicada pela história da família Miolo que, além de trabalhar na vitivinicultura desde a chegada de Giuseppe no Brasil, inova ano após ano investindo em tecnologia, em projetos ousados e em modernidade, sendo uma das fundadoras do projeto Wines of Brasil.
Em 2006, a Miolo passou a ser chamada de Miolo Wine Group sendo a maior exportadora de vinhos do Brasil e a mais reconhecida no mercado internacional.
Atualmente, reúne uma linha de mais de 100 rótulos, produzidos em seis projetos vitivinícolas no Brasil:

Além dos grandes volumes, a marca se notabilizou pela qualidade, com uma coleção invejável de prêmios no Brasil e no exterior, contando com parcerias internacionais: Costa Pacífico (Chile), Osborne (Espanha), Los Nevados (Argentina), além das vinícolas Podere San Cristoforo e Giovanni Rosso (Itália).
A Miolo é a maior exportadora brasileira de vinhos e está entre as três principais produtoras de espumantes, com participação de 15% no mercado.
A produção entre as 4 vinícolas do grupo, soma em média de 10 milhões de litros por ano numa área cultivada de vinhedos próprios com aproximadamente 1.000 hectares.

Hotel & Spa estão localizados em uma área bucólica e reservada, perfeita para você passar dias especiais em contato com a natureza, relaxamento e autocuidado. E o cenário não poderia ser mais perfeito, no topo de uma colina, rodeados por 18 hectares de vinhas próprias.
Com eventos temáticos, degustações orientadas, vinoterapia, passeio de balão e muito mais.
Para não prolongar demais o artigo, deixamos aqui o link do hotel para você se deliciar e morrer de vontade de pegar o avião e aterrissar em Bento Gonçalves!

www.spadovinho.com.br

Embora a família Miolo trabalhe na viticultura desde 1897, somente em 1990, partiu para a produção comercial de vinhos e o primeiro vinho da marca Miolo foi um merlot produzido com as uvas do Vale dos Vinhedos e em 20 anos, a empresa tornou-se líder no mercado de vinhos finos nacionais.

O cultivo das uvas da Vinícola Miolo está dividido entre seus seis vinhedos, todos na região do Vale dos Vinhedos. 

  • Vinhedo Leopoldina, que abrange o Lote 43 (o lote de terra recebido pelo patriarca da família quando imigrou para o Brasil)
  • Lote 19, são cultivadas as uvas GamayChardonnayCabernet SauvignonMerlot e Sauvignon Blanc
  • No vinhedo de Graciema são cultivadas a Merlot, a Cabernet Sauvignon e a Pinot Noir
  • No de Santa Lúcia, o cultivo apenas se restringe ao cultivo da pinot noir
  • São Gabriel, são cultivadas as uvas Pinot Noir e a Chardonnay
  • Monte Belo do Sul, o cultivo é exclusivamente de Cabernet Sauvignon

Wine Garden

Wine Garden é um wine bar a céu aberto que visa estimular os sentidos através do contato com a natureza e a degustação dos vinhos da vinícola. Foi inaugurado no verão de 2015 combinando os conceitos dos wine bars e dos wine trucksa céu aberto e integrado à natureza. O espaço fica em meio ao Lote 43, o primeiro vinhedo da família Miolo onde está o wine truck, e proporciona uma experiência inesquecível no terroir mais simbólico da Miolo.

Mas o espaço nunca é o mesmo e você se surpreenderá a cada visita porque o projeto trabalha com o conceito de arquitetura efêmera, sempre se renovando e procurando novas formas de fazer com que os visitantes se apaixonem cada vez mais.
Wine Garden oferece um piquenique com serviço de alimentação e venda de vinhos e espumantes em taça.

Gastronomia excepcional
Começando com as bruschetta às polentas italianas, passando pelas saladas tropicais típicas do Brasil e terminando com o tradicional churrasco gaúcho do fogo de chão! Mas Bah! Ôh Tchê!
Além do “bah” e do “tchê” que já são muito conhecidos, existem diversas outras expressões gaúchas que não fazem muito sentido para o resto do país, mas os gaúchos têm um jeito especial de falar, com sotaque forte e gírias únicas, que é muito divertido! É parecido com o sotaque do povo do Texas. Se você pretende viajar para o Rio Grande do Sul, não se esqueça de levar um dicionário gaúcho na bolsa, porque será muito útil para você! Porém, se você não encontrar um dicionário gaúcho, lá embaixo, no final deste artigo, te darei algumas dicas.

Os famosos espumantes da Miolo
A vinícola Miolo produz espumantes de tirar o fôlego! Dê uma olhada nos vídeos abaixo e conheça a linha de espumantes Miolo Cuvée Collection e Terra Nova.

Não podemos nos esquecer da vindima desta vinícola que também, é muito divertida e interessante

A vindima tem uma programação que dura em média 2 horas e surpreende o visitante numa maravilhosa imersão no mundo da uva e do vinho.

Cercada por vinhedos de todos os lados, a Miolo recebe anualmente, em sua unidade no Vale dos Vinhedos, mais de 200 mil turistas, cerca de 30% durante a vindima. A experiência de colher a uva do vinhedo, ver de perto a rotina de uma safra, de sentir o cheiro da uva em todo lugar, só é possível nesta época do ano. São três meses de muito trabalho, mas também de uma grande festa. 

E depois da colheita, celebração sofisticada, com festa, cantoria e uma merenda maravilhosa!

O pioneirismo na elaboração dos vinhos se estendeu para o enoturismo, onde a marca gera experiência, aproximando e formando novos apreciadores da bebida. 
Assim é no Vale do São Francisco onde a Miolo transformou o sertão em vinhedo quando chegou na Bahia, carregando consigo a mesma esperança que o imigrante Giuseppe Miolo, bisavô de Adriano Miolo, trouxe da Itália em 1897 que, plantando as primeiras mudas de uvas deu origem ao emblemático Lote 43, no Vale dos Vinhedos. 
Nesses 20 anos no sertão brasileiro, a marca Terranova germinou e hoje é sinônimo de vida, fruto da perfeita união entre a tradição Miolo e o terroir do Vale do Velho Chico.
Este mesmo espírito empreendedor que fez da pequena vinícola familiar a maior produtora de vinhos finos do Brasil em apenas 30 safras, é que move gerações e aproxima aqueles que sonham, querem, e fazem acontecer.

“Nossa história iniciou em 1989 e hoje olhamos para essa trajetória com muito orgulho. A Miolo é reconhecida e premiada internacionalmente, entregando nossos produtos em mais de 30 países. Este reconhecimento nos motiva diariamente, sempre comprometidos em levar mundo a fora, vinhos e espumantes de alta qualidade.”
Adriano Miolo

Finalizando, mas com vontade de escrever muito mais, porém, seriam necessárias inúmeras páginas, então deixamos aqui, os agradecimentos do Portal Café Conto Encontro à vinícola Miolo e particularmente, da minha parte, a todos inseridos no projeto do sertão nordestino. Confesso que me emocionei lendo a história na íntegra.
Iremos publicar na sequencia da SÉRIE VINÍCOLAS DO BRASIL, as outras vinícolas que fazem parte da Miolo Wine Group.
E rolando mais para baixo, segue a dica para você aprender mais sobre as expressões gaúchas, com o vídeo do Carlos Ferraz, dar muitas risadas e se divertir muito com a simpatia e com o vocabulário desse povo meio italiano, gentil, festeiro e divertido.

Chris Barbato

Sobre o Miolo Lote 43 – Vinho escolhido para a capa do nosso artigo
É produzido com uvas Merlot e Cabernet Sauvignon, reunidas em um corte harmônico selecionado pelo enólogo da família, Adriano Miolo.
Visão: Cor rubi muito intensa e profunda
Estilo: Mistura Brasileira de Bordeaux
Conteúdo alcoólico: 14,1%
Olfato: Elevada aromática, ameixa, tabaco, trufas, cacau, cravinho e subtis e elegantes aromas terciários.
Vencedor do Vivino´s Wine Style Awards 2017 – Brazilian Bordeaux Blend (2005 Vintage)
Uma homenagem ao italiano patriarca da família, que carrega o nome da terra comprada pelo imigrante Giuseppe Miolo, no ano de sua chegada.

Além do vídeo divertidíssimo do gaúcho Carlos Ferraz, você também, pode consultar o dicionário de expressões populares clicando no link abaixo. Você terá todas as expressões populares da “língua gaúcha”, mas se preferir morrer de tanto dar risadas, assista o vídeo do gaúcho Carlos Ferraz que é em português, mas acho que nem os brasileiros vão compreender muito bem! (sorrindo muito).

www.dicionariopopular.com/girias-gauchas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *